domingo, 9 de janeiro de 2011

Desacelere

Alguém já parou pra contabilizar quantas horas gasta-se na vida insistindo em coisas, situações e pessoas? Tempo perdido, de certa forma. Pra mim, pelo menos.

Desacelere! Existem situações em que fazer nada é a melhor opção. E a gente insiste, insiste e insiste mais um pouco. Corre atrás, se descabela (dentre outras coisas) e ainda lamenta o acontecido. "Por que precisa ser assim?". Bem, talvez o problema seja exatamente ter se preocupado demais, feito demais, insistido demais. Tudo de forma exagerada, muito além do necessário.

Quando a gente se dá conta de que a paciência pode ser virtuosa e eficaz, é como se tudo (ou uma parte das coisas) mudasse. Quando percebemos que o universo não conspira contra ou à favor de alguém, acabamos por descobrir que somos nós a fonte de todos nossos males, como, em outros momentos, a fonte de toda nossa felicidade. Além do mais, só acontece aquilo que é pra acontecer, sendo que o inverso também é verdadeiro.

Portanto, reduza sua velocidade. Desacelere, e tudo o que você está perseguindo virá e alcançará você.

7 comentários:

Carol Ferreira disse...

Modo interessante de se pensar, e de certa forma correto ao meu ver.
Não devemos correr atrás de certas coisas, e sim esperar que elas cheguem, na hora certa.
Belo texto Ca :}

Vitor disse...

Oiee!!
Bah.. tu tens razão..
Estive a pensar algo parecido antes, não para postar.. somente por pensar..
Tudo acontece eh pq algum motivo ou outro tem.. Não adianta tentar mudar, pq todos os caminhos levarão ao mesmo desfecho!!
Seria isso o destino??
Hehehe
Ótimo textoo!!
Beijoos

Carina disse...

Vitor!

Destino? Isso daria um bom texto, ein?! ;D
Então volte outro dia para conferir. Prometo escrever logo, por isso não vou revelar minha opinião agora... haha

Beijos, querido!

Vitor disse...

Certo, Carina!!
Tbm achei q seria um bom texto..

Então copiarei a fala do J.A. Pinheiro Machado.. "Voltaremos"
Hehehe
Beijoss

shiro disse...

Harmonia pelo não-agir

Tao não age
E por esse não-agir tudo é agido.
Se reis e príncipes assim fizessem,
Todas as coisas do mundo prosperariam por si mesmas
E se, mesmo assim, os homens tivessem desejos,
Tao os satisfaria pela simplicidade
Do seu íntimo ser.
Quem se une ao Uno,
Não tem desejos,
Onde não há desejos há paz.
E onde há paz,
Tudo é harmonia e felicidade.

Lao-Tse


Oi, moça. Como disse, lembrei de Tao e resolvi pegar esse texto pra vc (tava aqui perto =)
Na prática, não desejar é muito muito difícil. Mas estou tentando mudar. Na verdade nem sei se eu estava acelerando... Mesmo assim estou mais sereno ultimamente.
Gostei dos seus pensamentos. Difícil encontrar quem pense assim.
Um abraço.

"Ando devagar..."

Carina disse...

Shiro!

Adorei o texto! É bem isso mesmo.

Poxa, como que eu não lembrei de acrescentar no meu texto "Ando devagar porque já tive pressa, e levo esse sorriso porque já chorei demais..."?! Como??!! :(
1x0 pra ti... hehehehe

Abração!

Nathália Alves Pires disse...

Tem um selo pra vs no meu blog =**